sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Gravidez Na Adolescência

http://3.bp.blogspot.com/-XShBlJPzgvY/T4YMpagtorI/AAAAAAAABO8/U5hnI5XvWiA/s1600/tumblr_law3antER61qzeqeno1_500_large.jpg
   Não estou aqui para julgar ninguém, nem muito menos para apoiar. Cada um sabe o que faz de sua vida. Sei que pode ser um momento gostoso para os futuros papais, e pode também ser motivo de sufoco para a família inteira, por exemplo, muitos pais podem não aceitar ver sua filha gravida e a expulsam de casa, ou a menina sofre bullying, enfim é um momento delicado na vida da moça.
   Se a moça engravida por pura vontade, ou por não se cuidar, ou sei lá Deus por que, já é de se avisar que é uma baita responsabilidade além de levar uma vida dentro de si, depois tem que cria-la e evitar que falte qualquer coisa na vida dessa criança.
   Já conheci muitos casos de meninas da minha idade - muito próximas de mim - engravidarem por descuido mesmo.
  Ontem eu estava conversando com a minha sogra, e ela já é avó, e inclusive a minha cunhada que teve bebê tem apenas 16 anos de idade. Logo depois que a Anne nasceu, descobrimos que uma prima, também estava gravida e ela tem exatamente 15 anos. E nessa mesma conversa que rolou ontem, fiquei sabendo que ela daria a luz hoje mesmo. E ainda vem a parte pior, que uma outra cunhada minha, esta namorando e inclusive passa o fim de semana todinho na casa do namorado. Então fico com meu pensamento nisso, por que afinal, foi por falta de informação que a primeira engravidou, puro descuido. E pior que se houver a mesma falta de informação que houve com a primeira, pode acarretar uma nova gravida na família ainda mais nova!
   Enfim, por motivos que ainda desconheço, resolvi postar algumas coisas que talvez ajudem a botar a informação na cabeça dessas adolescentes, para que não aconteça tanto esse caso de gravidez na adolescência. Mesmo que agora seja super normal meninas muito novas engravidar. Ok, eu sei que eu posso estar sendo ranzinza neste ponto, mas é bom que as meninas - e os meninos - entendam que é um bebê e não uma boneca! É uma vida em seus braços.
   Então, afirmo, use camisinha! Use pílula anticoncepcional! Não dá trabalho nenhum, é um cuidado para sua vida, para você aproveitar a sua juventude melhor. Por que futuramente você pode não estar com o mesmo cara que te engravidou, e você pode conhecer alguém com que realmente você possa passar a vida toda com ele.
  Se você já é mamãe, meus parabéns. Se você nunca se arrependeu, ótimo! Parabéns! Mas você já deve saber o quanto é complicado cuidar do seu bebê.
  Se você esta gravidinha,  parabéns também! E boa sorte!
  Se você mocinha que esta lendo, não se encaixa em nenhuma delas, queira que isso aconteça mais tade quando for de maior e tenha renda fixa e moradia para você e sua família.

Dicas:

1. Na minha ultima relação sexual, não usei camisinha/ a camisinha furou, o que eu faço  para não ficar grávida?
Se a relação estiver ocorrido num prazo de até 72 horas, pílula do dia seguinte é uma das soluções. Não é preciso  receita, mas é aconselhável que se procure um médico para ter orientação certa.

2. Mas essa pílula tem efeitos colaterais?
Vai de mulher para mulher, o efeito mais comum é a alteração do ciclo menstrual. E outros sintomas podem ser, dor de cabeça, enjoo, entre outras informações que você pode buscar da bula do remédio ou na internet. Se acontecer de você vomitar logo após ter tomado a pílula, é bom repetir a dose.

3. Sou adolescente, e descobri que estou grávida, o que eu faço?
Primeiramente fique calma, procure um médico para começar o seu pré-natal para garantir a sua segurança e a do seu bebê.

4. Minha filha está grávida e é adolescente, o que eu faço?
A base dela agora, mais do que nunca é a família, então ela precisa de apoio e cuidados para que sua gestação seja tranquila. Então dê apoio em tudo que ela precisar. Pode  acontecer da adolescente querer largar a escola, ou fugir de casa, mas todo apoio é necessário. Sem o apoio familiar, a gestante pode ficar depressiva, e isso pode fazer mal ao bebê.

5. Meu namorado mandou eu abortar, e eu não quero, como eu resolvo isso?
O aborto no Brasil, é proibido por lei. E qualquer médico que realize o aborto, é ilegal. Não é a decisão somente do pai do bebê, por que afinal você não quer e é você que vai ter o bebê. Se prefere criar esta criança sozinha, pode ser uma escolha, se não tiver condições de criar o bebê, pode doa-lo, por que há mulheres que não tem condições de ter filhos e estão em enormes filas para adoção de bebês. Ou a terceira opção seria a melhor delas seria você conversar com seu namorado entrar no consenso de que você vai ficar com o bebê, e ele vai escolher se vai ficar com você ou prefere deixa-los.


Nenhum comentário:

Postar um comentário